Arquivo do mês: janeiro 2008

Instalando o pidgin


O pidgin é um programa de mensagens instantaneas que substitui o Gaim. Neste pequeno tutorial vou ensinar como instalar o pidgin no Ubuntu.

1) Primeiro vamos remover o Gaim que vem instalado no Ubuntu como software padrão de mensagens instantaneas.

sudo apt-get remove gaim gaim-data

2) Agora vamos incluir uma linha no arquivo /etc/apt/sourcers.list

deb http://deb.desire.ch/ etch pidgin

3) Agora vamos atualizar o apt-get

sudo apt-get update

4) Agora vamos instalar o pidgin

sudo apt-get install pidgin pidgin-data

5) Para verificar se a instalação foi realizada com sucesso

Aplicações – Internet – Mensageiro da Internet Pidgin

Atualizações de Sistemas


Todos que trabalham com informática sabem que nenhum sistema é tão bom que não possa ser melhorado. As atualizações de um software podem ter inumeras razões, entre elas podemos citar correções de bug’s, adequação a normas e legislações, etc.

Sem dúvida a atualização pode trazer muitos beneficios para os usuários e administradores de sistemas. Mas este processo que a principio pode parecer simples, nem sempre é, isso depende muito da linguagem utilizada no desenvolvimento, da técnica de programação, do banco de dados e das pessoas envolvidas.

Esta semana tive 2 experiências com a mesma atualização que comprovam minha opinião sobre o asssunto. Na terça-feira tentei fazer a atualização do sistema que utilizo no hospital, fiz um backup do banco de dados e também fiz uma cópia da pasta onde esta o programa em sua versão atual. Depois entrei em contato com os usuários que estavam utilizando o sistema e pedi para fechar o sistema e só acessá-lo novamente após a atualização, fiquei então de avisá-los.

Com todos os usuários fora do sistema, iniciei a atualização e logo encontrei um problema, os arquivos que deviam ser copiados para a pasta do sistema não estavam substituindo os antigos, pois estes estavam ainda sendo utilizados por alguém, pensei logo que algum usuários estava tentando acessar o sistema, mesmo após o meu aviso. Verifiquei no servidor e não havia ninguém logado, tentei copiar os arquivos novamente, sem sucesso.

Verifiquei então no servidor (Windows 2003 Server) e fechei todas as sessões abertas e seus respectivos arquivos. Problema resolvido, consegui então copiar os arquivos para a pasta do sistema. Até este momento já tinham se passado mais de 30 minutos e os usuários do sistema já haviam ligado umas 4 vezes para saber sobre o andamento do processo. Continuei com o procedimento, o utilitário de atualização realizou um backup completo do sistema, banco de dados e programas. Terminada a cópia de segurança o utilitário iniciou a atualização propriamente dita. Decorridas quase 2 horas desde o inicio do procedimento a atualização ão havia terminado, percebi então que a minha conexão com a rede local não estava funcionando direito, o utilitário estava travado. Tentei fechar o programa, sem sucesso, então utilizei o bom e velho control-alt-delete e fechei o utilitário de atualização.

As ligações dos usuários continuavam, cada vez mais irritados, eles reclamavam que o procedimento estava demorando muito e que filas se formavam no atendimento ao público (Não vamos esquecer que trabalho em um hospital com um pronto-socorro muito movimentado).

Fui obrigado então a restaurar o backup que havia feito e voltei o sistema para sua versão anterior. Com o tempo e a paciência esgotados fui embora para casa.

Hoje resolvemos (Meu chefe e eu) realizar novamente o procedimento, desta vez seria mais difícil pois ao invés de uma atualização faríamos duas.  Para facilitar o trabalho e evitar problemas de comunicação na rede local, resolvemos copiar todos os arquivos da atualização para uma pasta no servidor. Avisei os usuários novamente e depois desconectei o cabo de rede do servidor, fiz uma backup do banco de dados e da pasta dos programas. Iniciei a primeira atualização que havia sido interrompida na terça, depois de alguns minutos o processo havia terminado, bingo, tudo ocorreu sem problemas, logo depois iniciei a segunda atualização e depois de alguns minutos o processo havia terminado sem nenhum problema. Todo o procedimento não levou 1 hora.

Conectamos o servidor a rede local novamente e liberamos o sistema para os usuários utilizarem. Moral da história: Um coisa que a principio pode parecer fácil se torna extremamente dificil e complicada pois depende de dezenas de fatores que fojem ao nosso controle. Mas se planejarmos com antecedencia os riscos de algo dar errado são bastante minimizados.

Um abraço a todos.

Até a próxima.

Peopleware


Segundo a Wikipédia, peopleware são as pessoas que trabalham direta ou indiretamente com a área de processamento de dados, ou seja, digitadores, programadores, analistas de sistemas, etc. Em um passado não muito distante eram aquelas pessoas que ficavam dentro de uma sala fechada com ar-condicionado (mais frio possível) e que passavam horas e horas sentadas na frente de seus computadores programando códigos e mais códigos de sistemas.

O tempo passou (muito rápido) e hoje o pessoal de informática passa muita mais tempo  lidando diretamente com pessoas do que com máquinas. É claro que um bom profissional da área tem que ter conhecimentos profundos sobre hardware, software e redes.

Mas o grande desafio hoje é saber lidar com pessoas, sim os usuários de tecnologia. São as pessoas que usam os computadores para as mais variadas tarefas do dia-a-dia. Não há como evitar este contato diário com os usuários, pois são eles que direcionam o foco de nossas atividades. Quando iniciamos um projeto de software a primeira coisa que se faz é procurar uma pessoa da organização para realizar o levantamento de requisitos. Este levantamento é a parte mais importante do desenvolvimento do sistema. Se a comunicação entre o profissional e o usuário não for boa, com certeza o sistema não ficará bom.

Ha muitos anos trabalho com informática e sempre estou lidando com pessoas estressadas, que estão em situação de pressão e dependem de computadores e sistemas para realizar seu trabalho. As vezes os problemas são causados pelos próprios usuários, mas nem sempre é assim. Um bom diálogo entre o profissional de informática e o usuário resolve a maioria dos problemas.

Nós da área de informática temos que ser um pouco psicólogos e professores. Ao nos colocar no lugar do usuário podemos entender suas necessidades e deficiências e tomar medidas preventivas que evitem um mal estar entre a TI e os departamentos que dependem cada vez mais dela.