Arquivo do mês: abril 2008

Palestra na Faculdade Latino Americana


No dia 25/04/2008 realizei uma palestra sobre Educação á Distância para os alunos do primeiro periodo do curso de Ciências da Computação na Faculdade Latino Americana em Anápolis. Foi uma grande oportunidade de esclarecer algumas questões relacionadas a esta modalidade de ensino.

Os slides da palestra estão disponiveis aqui.

Dia da Educação


Segundo a wikipédia a Educação engloba ensinar e aprender. Através de pesquisas descobriu-se que o aprendemos muito mais na condição de mestre do que quando estamos na condição de aprendiz. É um fato curioso mas verídico, digo isso com conhecimento de causa, pois na maioria das vezes em que realmente aprendi algo, foi na condição de professor. Sempre que tinha algo a ensinar procurava pesquisar profundamente o assunto e preparar a aula com um conteúdo que fosse ao mesmo tempo interessante e divertido. Durante este processo sempre aprendia um pouco mais sobre o assunto, não sou um grande estudioso no assunto, mas penso que isso vai de encontro as idéias do Construtivismo.

Não creio que exista uma “receita pronta” para solucionar os problemas de educação em nosso país, mas acredito que um bom começo seria repensar a forma como os alunos estão sendo ensinados nas escolas.

É preciso implantar um modelo que faça com a que a aprendizagem seja um processo evolutivo e colaborativo, entre Professor-Aluno e Aluno-Aluno. Os benefícios desta metodologia não serão sentidos apenas no âmbito escolar mas na sociedade como um todo.

Democratizar a educação não quer dizer massificar a educação, da mesma forma que informatizar as escolas não é a mesma coisa que instalar computadores nas escolas. É preciso que seja levada em consideração as diferenças culturais e sociais que um pais continental como o nosso apresenta, as escolas precisam ter autonomia para implantar a metodologia que melhor se adequar a sua realidade, os professores precisam ser melhor remunerados e qualificados para as novas tecnologias que se apresentam cada vez mais atraentes fora das escolas (televisão, computador, etc).

Grandes avanços foram feitos no sentido de combater o analfabetismo e a evasão escolar. Mas é necessário formar as crianças e jovens para serem cidadãos e não apenas eleitores. Tenho visto muitas iniciativas (governamentais ou não) isoladas mas é preciso que a prioridade se elevada a ambito nacional, a educação não pode ser mais negligênciada e colocada em segundo plano. É preciso que seja uma politica de Estado e não de governo.

Slides da Palestra no FLISOL 2008


Clique aqui para ver os slides da palestra realizada no último dia 26/04/2008 no SENAC CORA CORALINA em Goiânia.

5º FGSL e 1º SGSL


Dias 30 e 31 de maio de 2008, teremos em Goiás dois grandes eventos sobre Software Livre. O quinto Fórum Goiano de Software Livre e o primeiro Simpósio Goiano de Software Livre. Para maiores informações clique no banner abaixo.

Banner

Palestra FLISOL 2008


No próximo dia 26/04 vou ministrar uma palestra no Festival Latino-Americano de Instalação de Software Livre, um evento que irá se realizar simultaneamente em diversas capitais do Brasil e América Latina. Em Goiás o evento ira acontecer no SENAC Cora Coralina em Goiânia.

O tema da palestra é Informática em Educação e Software Livre nas Escolas, tenho realizado muitas pesquisas sobre este assunto que me desperta grande interesse, além de ser uma alternativa viável do ponto de vista financeiro a filosofia do software livre vai de encontro aos principios básicos de cooperação e solidariedade que tanto estão em falta nos dias atuais.

Profissionais de TI precisam estudar comunicação


Acabei de ler um artigo genial no blog Magaiver, sobre a comunicação entre técnicos e leigos dentro das empresas.

Quando comecei a trabalhar com informática (12 anos atrás) as empresas tinham poucos equipamentos de informática e a maioria deles estavam concentrados dentro do C.P.D (Central de Processamento de Dados), todo o trabalho relacionado a informática era realizado dentro deste setor pelo digitador que era o responsável por “alimentar” o sistema com os dados. Hoje praticamente cada setor da empresa tem pelo menos um computador e uma impressora, cada usuário é responsável pela operação do módulo do sistema referentes ao seu departamento. Este mesmo usuário agora também usa o computador em casa, ou seja, tem contato freqüente com a tecnologia. Mesmo assim ao menor sinal de problema, liga imediatamente para o departamento de informática solicitando a presença de um técnico.

Muitos destes problemas poderiam ser resolvidos pelo telefone de forma rápida sem que o técnico tivesse que se deslocar até o local. Muito mais do que falta de conhecimento técnico, acredito que isso seja fruto de uma certa “preguiça” de pensar que a maioria das pessoas tem. O desinteresse em aprender algo novo, em explorar a própria capacidade intelectual, prejudica não só o usuário, mas a empresa como um todo. Cada minuto em que o funcionário fica parado esperando a chegada do técnico a empresa perde em produtividade.

No artigo que li, Eduardo Fernandes fala em ministrar pequenas conferencias de 30 minutos sobre temas básicos de informática e outros assuntos. Como sou um “educacionista” acredito que esta seja uma solução barata e eficaz, este tipo de palestra procura tornar o usuário mais independente do suporte, ficando desta forma o mínimo de tempo parado. Para o departamento de informática esta medida também traz beneficios, pois deixa mais tempo para que analistas e técnicos possam investir seu conhecimento em melhorias tecnológicas para a empresa.

Quem quiser ler o artigo na integra basta clicar aqui.