Software Livre e Edição de Vídeo


Antes de iniciar este post sobre “Software Livre e Edição de Vídeo” quero deixar claro que não sou um expert no assunto e como a grande maioria das pessoas, procuro uma forma simples e fácil de usar o computador nas minhas tarefas cotidianas.
Esta história começa no dia 15 de agosto de 2011, quando ajudei a realizar no IFG campus Inhumas, o Dia da Informática, evento comemorativo que contou com a participação de professores, alunos e palestrantes convidados.
A idéia era filmar o evento para ter um histórico das palestras e depois compartilhar com aqueles que não tiveram a chance de assistir as apresentações ao vivo.
As imagens foram gravadas em formato .MTS que é gerado a partir de uma filmadora digital. Meu primeiro desafio foi encontrar um Software Livre para converter as imagens neste formato para outro que fosse mais popular.
Pesquisando na internet, encontrei o programa WinFF que na verdade é uma interface gráfica do programa de linha de comando FFMPEG que converte vários formatos de vídeo. Verifiquei que o programa tinha pacotes de instalação para Debian, Ubuntu, RedHat e até o MS-Windows. Instalei o programa no Ubuntu 11.04 da seguinte forma:

sudo apt-get install winff

Após a instalação, abri o programa e obtive a seguinte tela.

Para selecionar os arquivos MTS dei um cliqe no botão Adicionar (+) e após selecionar e abrir os arquivos dei um clique no botão Converter. Algumas horas depois todos os arquivos estavam convertidos em formato MPEG.

É importante dizer que antes de converter os arquivos é possível escolher o tipo de arquivo que se deseja obter. Isto pode ser feito através da opção Detalhes de Saída. Eu escolhi Converter = DVD, Presets = NTSC DVD HQ Widescreen

Com os arquivos devidamente convertidos em formato MPEG, utilizei outro Software Livre chamado Avidemux para “mesclar” as cenas e formar um único arquivo editável para o meu trabalho. A instalação deste programa é bastante simples e pode ser feita diretamente na Central de Programas do Ubuntu.

Para “mesclar” as cenas é preciso apenas abrir o primeiro arquivo, o programa solicita indexar os arquivos e depois um append para “juntar” todos os arquivos em um só. Este processo é um pouco demorado e depende do tamanho e da quantidade de arquivos que se deseja “mesclar”.

Após terminar o processo todas as cenas ficam corretamente alinhadas em sequência de acordo com o nome do arquivo. Por exemplo, no meu caso os arquivos MPEG estavam na seguinte sequência. 00032, 00033, 00034, etc.

Após realizar este procedimento, obtive um arquivo de cerca de 8 horas de gravação, então começei a segunda parte do trabalho, cortar as cenas de acordo com cada atividade realizada durante o evento. Palestra por palestra.

Para realizar esta tarefa precisei apenas marcar o ínicio de cada cena e o fim da mesma, para isso utilizei dois botões que ficam localizados no rodapé da tela do Avidemux, A para marcar o ínicio e B para marcar o fim. Este precedimento também pode ser realizado pelas teclas de atalho [ para marcar o ínicio e ] para marcar o fim da cena.

Após marcar cada cena, fui “salvando” os vídeos em formato AVI em arquivos separados de acordo com cada corte feito no filme.

Acredito que esta seja uma tarefa simples, mas para min, o mais importante é que pude realizá-la utilizando apenas Software’s Livres.

Nos próximos posts vou ensinar como utilizar outro Software Livre bastante interessante para quem gosta de trabalhar com vídeos em casa. O OpenShot.

Abraços e até a próxima!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s